Segunda, 15 de Julho de 2024
14°C 25°C
São Paulo, SP
Publicidade
Anúncio

Governo de Minas requer ao STF prorrogação de medida cautelar para permitir o diálogo federativo e evitar o colapso das finanças públicas do Estado

Solicitação é para que se evite colapso das finanças públicas até a regulamentação do programa definitivo ou pelo menos até 28/8, data de continuid...

09/07/2024 às 19h50
Por: Penha News Fonte: Secom Minas Gerais
Compartilhe:
Gil Leonardi / Imprensa MG
Gil Leonardi / Imprensa MG

O Governo de Minas aguardou até o fim da tarde desta terça-feira (9/7) por um posicionamento da Advocacia-Geral da União (AGU), buscando um alinhamento conjunto para pedir ao STF a prorrogação do prazo de adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (via Judiciário), tendo em vista o fato novo de amplo conhecimento público nesta data, a saber a apresentação pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, de Projeto de Lei que cria uma alternativa de renegociação da dívida dos Estados com a União. Como não houve manifestação da AGU, a Advocacia-Geral do Estado (AGE-MG) peticionou no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta terça-feira, pedido de requerimento para a prorrogação de medida cautelar com vistas a permitir o diálogo federativo e evitar o colapso das finanças públicas do Estado até a regulamentação do programa definitivo entre o Ministério da Fazenda e o Congresso Nacional ou pelo menos até 28/8/2024, quando a Corte dará continuidade ao julgamento da ação.

A Advocacia-Geral do Estado justificou os avanços nos diálogos entre as instituições para resolver um problema histórico da dívida pública no país.

“Como é sabido e foi amplamente divulgado, dentro do compromisso de buscar uma solução justa e segura para as dívidas fiscais dos Estados membros, o presidente do Senado e o Ministério da Fazenda estabeleceram diálogo com vistas a concretizar, política e juridicamente, o equacionamento dessa questão”.

A AGE justificou, ainda, que “tais medidas concretizam o federalismo de cooperação, evitam inseguranças jurídica e prejuízos desnecessários às políticas públicas estaduais e conduzem ao equilíbrio harmonioso do pagamento das despesas públicas estaduais, sem os traumas que um colapso poderia gerar. Enfim, concretiza a boa prática já destacada nestes autos pelo Exmo. Sr. Ministro Relator, no sentido da Amizade Federativa”.

São Paulo, SP
13°
Parcialmente nublado

Mín. 14° Máx. 25°

13° Sensação
2.06km/h Vento
92% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h48 Nascer do sol
05h36 Pôr do sol
Ter 22° 15°
Qua 26° 15°
Qui 24° 16°
Sex 25° 14°
Sáb ° °
Atualizado às 22h05
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 359,950,32 +8,59%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio